fbpx

O marketing de indicação não funciona mais! Será?

 em Marketing Boca a Boca

Desde a criação de empresas, os profissionais do marketing e os donos dessas empresas procuram diferentes métodos de se conquistar clientes.

Atualmente esses métodos podem ser publicidade paga online, propaganda em grandes veículos como tv e rádio, SEO, outdoor, etc.

Acontece que com o avanço da tecnologia e a possibilidade e facilidade de se fazer propaganda apenas para um público segmentado e interessado no seu produto, fez com que esses profissionais do marketing e empresários esquecessem da ferramenta mais preciosa para se conquistar um novo consumidor: o boca a boca.

E a indicação boca a boca é a forma mais eficaz e duradoura de se fazer marketing.

O marketing boca a boca não funcionar é uma coisa que nunca vai acontecer.

O ser humano é um ser sociável e é através da comunicação que ele se socializa.

Trocar experiências é um jeito de criar relações, criar conexões e fazer com que as pessoas se sintam parte de um todo.

O marketing de indicação só vai parar de funcionar quando o ser humano deixar de ser um ser social.

Ou seja, se o marketing de indicação não funcionar mais, a sociedade também acaba.

Aqui na Buzzlead eu já vi empresas crescendo absurdamente em pouco tempo de criação de uma estratégia de indicação.

Mas, porque o boca a boca é importante nos dias de hoje?

1 . As pessoas confiam em recomendações de amigos e familiares

Isso é natural.

Como parte da socialização nós aprendemos a confiar nas pessoas que convivem com a gente.

Eu não sei você, mas eu particularmente prefiro comprar algo que me indicaram do que acreditar em uma propaganda feita pela própria empresa.

Segundo uma pesquisa feita pelo o instituto Nielsen, 84% dos consumidores confiam totalmente ou parcialmente em recomendações de amigos e familiares.

Sendo assim, se você tiver um produto ou serviço de qualidade e que consiga cativar seu consumidor, ele facilmente se tornará um advogado da sua marca.

E trará mais leads e vendas para seu negócio.

2. O cliente vindo de uma indicação tem maior lucratividade para empresa ao longo do tempo (LTV)

LTV (lifetime value) é o valor que o cliente tem para a empresa.

Ou seja, é quanto seu cliente gasta durante o tempo de relacionamento entre ele e sua empresa.

Segundo estudos, consumidores adquiridos através da indicação tem um LVT de 16-25% maior que os consumidores adquiridos através de outras estratégias de marketing.

Isso acontece porque esse potencial cliente já chega para você com um nível de confiança maior na sua marca.

Com o poder da indicação você transforma um lead em um cliente fiel facilmente.

3. A indicação influencia a pessoa a comprar.

74% das pessoas dizem que o boca a boca é o influenciador chave na hora da decisão de compra.

Antes de tomar a decisão de comprar alguma coisa, as pessoas gostam de saber o que seus amigos e familiares pensam sobre o produto ou serviço.

Principalmente se esses amigos tiverem gostos similares e utilizarem produtos semelhantes.

Quando o produto tem um valor financeiro maior essas indicações tem mais peso ainda.

Isso significa que dependendo do feedback que esse consumidor receber, ele pode ser influenciado tanto positivamente quanto negativamente.

Por isso certifique-se de ter sempre feedbacks positivos.

E pra fazer isso você precisa ter um produto e um atendimento de qualidade.

4. O boca a boca pode aumentar a quota de mercado da marca

A quota de mercado é a participação da empresa no mercado.

E o boca a boca fazer fazer essa quota aumentar.

Ter uma estratégia de marketing de indicação durante um longo período de tempo faz com que você se destaque diante dos seus concorrentes.

Você terá mais advogados da sua marca do que apenas consumidores comuns.

Esses advogados te ajudarão a fortalecer o nome da marca e te darão mais consumidores fieis do que qualquer outra estratégia de marketing.

O marketing de indicação é sobre consumidores confiando em consumidores.

E é por isso que é tão eficaz.

5. Forma mais barata de marketing

O custo para conseguir que seu cliente te indique é o custo de ter um produto de qualidade.

E isso não é mais que a obrigação de qualquer empresa presente no mercado atual.

Antes de existir redes sociais e SEO os empresários utilizavam apenas o boca a boca para conseguir novos leads.

Com um produto de qualidade que atenda as necessidades do seu consumidor ele ficará feliz e satisfeito em te indicar para seus amigos e familiares.

Se você ainda não tem uma estratégia de marketing boca a boca, não é tarde para começar.


Potencializando o boca a boca com uma estratégia de marketing de indicação:

Uma estratégia de marketing de indicação é conseguir fazer com que seu cliente satisfeito te indique cada dia mais aos seus amigos e familiares.

Porque, como já dito anteriormente, as pessoas confiam mais em recomendações de amigos do que em qualquer outra forma de marketing.

Um exemplo de case de sucesso é o Dropbox.

A estratégia deles incluía a criação de um programa de indicações em que cada pessoa que indicasse o Dropbox a um amigo ganharia 16GB de espaço no aplicativo.

Texto em destaque: Ganhe 16GB de espaço grátis ao convidar seus amigos para o Dropbox.
Botão de ação: Convide todos os seu contatos do Gmail

O resultado foi surpreendente.

Os usuários enviaram mais de 2.8 milhões de convites de indicação.

Com 15 meses de duração o Dropbox aumentou de 100 mil para 4 milhões de usuários da plataforma.

E e número de usuário dobra a cada 3 meses.

Quer dizer, ter um programa de indicações funciona.

E muito.

Mas, para ter um resultado tão incrível quanto o do Dropbox você precisa tomar alguns cuidados.

Um deles é escolher uma boa recompensa para seus clientes indicadores, uma recompensa que eles realmente queiram e precisem.

Pode ser descontos, devolução de dinheiro, prêmios, ou qualquer outra forma de recompensa que não vá te dar prejuízo.

Aqui eu te ensino a escolher a melhor estratégia para seu negócio.

Bom, espero que esse artigo tenha te ajudado.

Deixa aqui nos comentários o que você achou e quais outros assuntos você gostaria que eu abordasse.

Até mais!

Compartilhar
Postagens Recentes