Ao definir um programa de indicações para sua empresa, existem algumas ações básicas – como estratégias de incentivo, recompensa e divulgação – que devem ser realizadas para que ele funcione.

No entanto, mesmo assim, as particularidades de cada empresa – como perfil de clientes, mercado, tipo de produto e serviço – fazem com que seja necessário mais do que ações básicas para que os clientes indiquem.

 

Se você tem se perguntado ultimamente sobre os motivos de seu programa de indicações não estar dando certo, reflita sobre a seguinte seguinte situação:

Você estabeleceu sua estratégia de indicações, operacionalizou as ferramentas necessárias para tudo funcionar, disparou dezenas de e-mails marketing, seus clientes já estão até te bloqueando no WhatsApp devido a tantas listas de transmissão.

E quando você fala com seu cliente pessoalmente sobre as vantagens de indicar ele te responde: “legal, vou indicar sim!”, mas é só ilusão, pois isso muitas vezes não acontece.

Por que o seu cliente não quer indicar a sua empresa? Ele é fã dos seus serviços, tem contato frequente com a sua empresa e mesmo assim nada.

Chega o momento que você pensa: “é, acho que um programa de indicações não é a estratégia correta para o meu negócio.”

 

Pense bem:

Vivemos em uma Era onde o ser humano perde o foco rapidamente. Qualquer coisa é um pretexto para o desvio de atenção.

Por isso, você precisa fazer com que seu cliente te indique no mesmo momento que você pedir essa indicação.

Partindo do princípio de que você reconhece que:  1. uma pessoa indicada se torna cliente mais facilmente e;  2. o quanto indicações são valiosas, você só precisa encontrar uma solução para essa falta de foco das pessoas.

 

Como fazer as indicações

Traga um meio fácil e atraente de realizar indicações.

Seu cliente nem lembra a última vez que pegou em uma caneta e papel. Porém já está ali com o smartphone na mão, respondendo as conversas de WhatsApp enquanto você tenta pedir uma indicação.

 

Já pensou se você envia para ele nesse exato momento uma mensagem dizendo: “GANHE um brinde EXCLUSIVO aqui da nossa empresa indicado seus amigos AGORA!”?

Curioso, seu cliente abre a mensagem e vê que só precisa acessar uma página para fazer as indicações.

Ele nota ainda que basta inserir o próprio nome e e-mail (que o navegador geralmente já traz preenchido).

Depois, ao clicar em “INDICAR POR WHATSAPP”, precisa apenas selecionar da sua lista de contatos aqueles que gostariam de conhecer o seu negócio.

 

Viu como é fácil?

Esse processo durou menos de 60 segundos e agora pelo menos um amigo – ou até dezenas – receberam uma mensagem de WhatsApp do seu cliente falando o quanto ele está satisfeito com a sua empresa.

Legal, não? É maravilhoso!

Depois disso, as pessoas que foram indicadas vão receber uma mensagem com um link e serão redirecionadas para uma página com uma proposta de valor clara (serviços que sua empresa oferece ou promoções, por exemplo).

Isso automaticamente irá maximizar a confiança na sua marca e até pode resultar em uma novas conversões.

 

Ok, é só isso que falta então?

Me diz uma coisa.

A sua estratégia de indicações é atraente. Maravilha!

Mas seus clientes que indicam estão sendo avisados que ganharam a recompensa? O seu cliente sabe o que ganhou ou por que não ganhou ainda?

 

Ainda não sei.
Não sei…

 

Com o seu fluxo de atendimento diário às vezes fica difícil controlar quem foram os clientes que chegaram através de uma indicação, não é mesmo?

Mais difícil ainda é controlar quem foi a pessoa que indicou e depois ainda lembrar de avisá-la.

Para programas de indicação realmente funcionarem, você vai precisar de automações a fim de se assegurar que todo o fluxo ocorra de forma organizada.

Uma estratégia de incentivo do boca a boca vai muito além de apenas oferecer recompensas para seus clientes que indicam. Certifique-se de que você consegue gerenciar o processo como um todo.

Isso parece dar muito trabalho, mas se você utiliza as ferramentas certas não vai precisar gastar nem 5 minutos no seu dia se preocupando com isso.

Dessa forma, você conseguirá entregar o que prometeu a seu cliente que indicou.

Tudo isso garantirá a transparência que o seu programa de indicações precisa para fazer com que seus clientes se sintam confortáveis em participar.

 

Uma recompensa entregue deixa um cliente feliz, impelido a indicar ainda mais – por que ele quer ganhar mais -, e é nesse momento que ele vira de fato um embaixador da sua marca.

O cliente quer mostrar para os amigos que ganhou e dizer que podem ganhar recompensas assim como ele.

Esse momento é seu também, aproveite!

Tire uma selfie com seu cliente feliz e poste nas suas redes sociais. Mostre para os outros clientes o que eles podem experienciar caso indiquem os amigos.

 

Proporcionar uma forma fácil para seu cliente indicar e conseguir gerenciar o seu programa de indicações de forma adequada, pode ser o que está faltando para que sua empresa consiga explorar todas as vantagens do Marketing de Referência.

 

Por Jakeline Oliveira da Buzzlead.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *