Gestão para SaaS: TOP 5 das estratégias mais eficazes

Turbine a sua gestão em seu negócio SaaS

Se você tem uma empresa baseada no modelo de negócio SaaS (Software como Serviço, do inglês Software as a Service), está no lugar certo.

Existem maneiras mais eficientes de se gerir uma empresa assim, mas muitos gestores negligenciam essas possibilidades.

Como não é o seu caso, aqui você vai encontrar estratégias indispensáveis para aplicar no seu negócio e garantir o máximo de resultados.

Quer saber como otimizar a gestão para SaaS? Então continue sua leitura.

5 itens indispensáveis para sua gestão de SaaS

Sem mais delongas, separamos aqui quais são os itens que vão ajudar na sua gestão e como usá-los da melhor maneira. 

Vamos lá?

#1 O Omnichannel

O omnichannel é o alinhamento de todos os seus canais. Com ele você tem garantido a conexão, sintonia e coerência de cada ponto de contato que você tem com o seu cliente. 

Assim, é possível fazer a convergência de todos os canais da sua empresa, não só os de vendas, mas como também os de marketing e atendimento. 

Além de dar liberdade para o cliente comprar ou tirar dúvidas, resolver problemas onde e quando quiser e facilitar o processo de compra ou interação com a marca; também auxilia e muito na gestão da sua base de clientes e na eficiência da sua equipe.

Por isso, busque integrar todos os dados e informações que tiver sobre cada cliente e as ferramentas que você dispõe que fazem essa coleta.

Centralize tudo em um só lugar. Assim, você torna suas análises mais assertivas, ágeis e completas.

Esta é mais do que uma estratégia multicanal, engloba todas as possibilidades de contato com o cliente e as une com informações e dados relevantes para melhor atendê-lo. 

O gestor passa a ter uma visão mais holística com inteligência integrada. Ele conhece mais o seu cliente e ainda promove dados atualizados em tempo real para sua equipe.

#2 A Automação de marketing e vendas

Mesmo sendo um tema muito abordado, a automação de marketing e vendas ainda pode ser muito negligenciada na gestão para SaaS. Isso porque, muitos ainda não exploram todo o potencial que tal estratégia poderia ter.

Não consiste somente em agendar postagens para redes sociais ou email marketing.

Este processo consiste também em aplicar ações personalizadas e mensuráveis, analisar e comunicar de maneira segmentada com cada pessoa que entra em contato com a empresa. 

Assim, ter ferramentas de automação a seu dispor te possibilita coletar as informações necessárias para aplicar as melhores estratégias e ainda te dá os dados mais relevantes para te ajudar na análise dos seus KPIs.

Além disso, sua equipe fica mais livre de atividades corriqueiras e manuais, e assim, podem investir seus recursos em outras tarefas mais relevantes e impactantes. 

Todo o processo de atrair, converter, nutrir e atender o cliente fica mais eficiente. Demanda menos recursos, menos tempo e menos pessoas envolvidas.

Por isso, um investimento inicial faz muito sentido, pois os retornos que as ferramentas de automação trazem são muito maiores, como o aumento em vendas, redução do CAC e aumento na retenção de clientes, como por exemplo.

#3 O Planejamento 

Principalmente em tempos difíceis, o poder de um bom planejamento alivia a mente de qualquer gestor.

Dentro da gestão para SaaS, em especial, ter um planejamento bem estruturado, flexível e que abrange possíveis crises, a empresa estará preparada para qualquer situação e saberá com toda certeza qual será o seu caminho para o sucesso.

Não é questão de prever o futuro, mas sim traçar o caminho que sua empresa precisa seguir para alcançar os resultados que tanto almeja. 

Há alguns motivos principais para isso:

  • Permite ter uma melhor noção da realidade atual da empresa
  • Avalia quais os possíveis caminhos a se seguir 
  • Traça um caminho concreto para se ter referência
  • Define quais serão as ações necessárias
  • Ajuda a avaliar e reavaliar como está a execução
  • Auxilia em momentos de crise

.

Sendo assim, pode-se dizer que um planejamento servirá como um guia prático que irá direcionar todas as ações para chegar nos resultados necessários para o crescimento da empresa.

Não há um modelo padrão a ser seguido. Depende do que for mais acessível e prático de ser consultado por toda sua equipe. Afinal, toda a empresa deve estar alinhada com o planejamento feito.  

Por isso é tão importante definir como cada equipe vai executar o seu papel e como os resultados serão analisados. Assim, você terá mais controle das ações que vão ser aplicadas e poderá saber exatamente qual de fato rendeu resultados.

Dentro disso, antes de montar o seu, reflita sobre alguns pontos que precisam estar presentes ou serem analisados:

  1. O estado atual da sua empresa
  2. A situação do seu mercado
  3. Quais são as metas e objetivos claros
  4. Verificar os gastos de cada ação
  5. Ter um calendário empresarial
  6. Fazer uma ata da inovação
  7. Definir o acompanhamento de métricas

.

#4 O Customer Success

Este item nasceu praticamente em conjunto com os negócios SaaS.

Isso porque houve a necessidade de ter uma melhor estratégia possível para cuidar da saúde e do sucesso dos clientes já conquistados. 

Sendo assim, o Customer Success (CS) veio com dois objetivos principais: primeiro garantir que o cliente tenha o maior aproveitamento e sucesso com o serviço ou produto adquirido; e segundo, evitar de forma proativa a evasão dos clientes.

Isso porque, a principal característica do modelo SaaS é que há a exigência de renovação do contrato ou assinatura do software adquirido.

Por conta disso, é preciso ter a total garantia de que o cliente vai continuar com você e pagar a próxima mensalidade, senão o negócio se torna insustentável. Por isso a importância de manter sua base de clientes satisfeita, a fim de que ela possa continuar rendendo lucros. 

Assim, vê-se cada vez mais a importância do CS para manter clientes e aumentar o nível de satisfação com a marca. Isso gera um impacto positivo na reputação e autoridade, além do fato de que faz sua marca crescer ainda mais em negócios e visibilidade no mercado.

Deste modo, CS vai te ajudar a acompanhar, instruir e guiar o cliente na melhor jornada possível com a sua empresa. Dentro da gestão para SaaS, manter um vínculo saudável com os clientes é vital para o sucesso da empresa.

Seu foco deve ser totalmente voltado para o cliente.

Não só porque ele pode cancelar a qualquer momento, mas também porque é muito mais rentável e econômico manter um cliente já conquistado do que se esforçar para captar um alto volume de clientes.

#5 Programa de Indicações

Este item vai colaborar tanto para a gestão das indicações que sua empresa recebe (com certeza já acontece) quanto no crescimento da sua marca e utilizar recursos da maneira mais eficiente possível.

Na gestão para SaaS é interessante estar o tempo todo interagindo com o usuário. Por que não usar isso a seu favor?!

Empresas como Dropbox e Uber já utilizaram (e ainda usam) programas de indicação para expandir o seu negócio de maneira mais escalável.

O Gmail, por exemplo, passou a ser amplamente utilizado depois que deu a opção a seus usuários de indicar alguém para se tornar usuário também.

Usar um programa de indicação bem estruturado e de maneira controlada e automatizada não só faz total sentido em questão de expansão como também possibilita maior previsibilidade de receita e é possível criar um novo canal de vendas.

Veja os outros benefícios de trabalhar com um programa de indicações: 

  • CAC (Custo de Aquisição de Clientes) e ciclo de vendas reduzem
  • LTV (LifeTime Value) e ticket médio aumentam
  • Clientes mais leais à sua marca
  • Contato mais pessoal e personalizado com seu público
  • ICP (Perfil de Cliente Ideal) mais assertivo
  • A confiança na sua marca aumenta
  • Transforma as indicações orgânicas da empresa em algo recorrente
  • Potencializa o alcance das campanhas de indicações criadas
  • Sua autoridade de marca se fortalece
  • Desenvolve uma estratégia de incentivo, para que mais pessoas sintam-se inclinadas a indicar cada vez mais

.

Depois de conhecer cada tática, qual delas você vai aplicar primeiro?

Venha bater um papo com a gente para saber como montar o seu próprio programa de indicações. Assine nossa newsletter também para se atualizar sobre o mundo de vendas, marketing e indicações.

Artigos relacionados

Indicações dos clientes: por onde começar

Confira o passo a passo para saber como usar as indicações dos clientes de maneira estratégica a fim de aumentar as suas vendas. Veja também o porquê das indicações dos clientes ser algo tão importante na sua empresa e como sistematizá-las em um programa de indicações.

Continue lendo »