Escalar vendas: as melhores dicas para vender muito mais em menos tempo

Como tornar as vendas na sua empresa um processo escalável? 

Vender no automático é o sonho de todo vendedor, escalar vendas… Por isso, separamos as melhores dicas para vender muito mais em menos tempo… Confira!

Isso acontece pelo simples fato de ser mais eficiente e prático vender. Os clientes certos são atraídos. A venda se torna o mais natural e eficaz possível.

Para chegar neste patamar, é preciso revolucionar seus processos e dar a oportunidade para táticas diferentes. Afinal, não se chega a lugares diferentes fazendo as mesmas coisas de sempre.

Fora isso, ter a tecnologia ao seu favor também será de grande ajuda na hora de escalar vendas na sua empresa. Isso porque, é assim que você torna todo o seu trabalho mais eficiente, sem ter que ficar perdendo tempo com tarefas corriqueiras e poder focar em ações que vão gerar resultados de fato.

Com os acontecimentos recentes, ficou mais do que claro a necessidade da transformação digital.

Toda empresa que se adaptou, percebeu uma oportunidade única nas soluções que todo o meio online e ferramentas automatizadas podem trazer. 

Apesar disso, a tecnologia é apenas um catalisador. O item que faltava para acelerar as suas vendas e bater ou até superar as suas metas.

Tornar-se obsoleto e ficar para trás não é uma opção.

Monte o seu processo de vendas ideal

Para começar, antes você precisa ter seu processo de vendas bem definido e conhecer a fundo o seu funil de vendas.

O primeiro consiste em alguns passos, sendo que cada um deles envolve diversas atividades e algumas empregam a metodologia de vendas. Porém, todas têm como objetivo fazer contato com leads e clientes.

A depender do sucesso do processo feito para converter o lead em cliente ou até conseguir um upsell, como por exemplo, uma metodologia pode ser criada e replicada a fim de garantir os mesmos resultados satisfatórios.

Sendo assim, o melhor processo de vendas é aquele em que está muito bem alinhado com a jornada do cliente e ao funil de vendas, de modo a oferecer uma excelente experiência do cliente.

Isso porque, todo o processo fica bem mapeado, principalmente pelo ponto de vista do cliente.

Certifique-se que sua metodologia é:

  • Focada no cliente
  • Bem definida
  • Replicável
  • Flexível
  • Orientado a dados e objetivos
  • Mensurável

.

Tendo isso alinhado, vamos agora para as dicas que irão escalar as suas vendas.

TOP 3 dicas para escalar suas vendas

Existem vários estilos e metodologias de vendas hoje. 

Porém, aqui vamos focar em táticas que à primeira vista parecem externas às vendas, mas que na verdade estão muito mais interligadas do que muitos pensam. 

Aqui vão algumas dicas para que você possa apostar da maneira certa ao montar suas próximas ações de vendas.

Vamos lá?

#Automatizar processos

Até nas vendas mais otimizadas possíveis, se não tiver este algo a mais, não será possível escalar resultados.

É preciso estar atualizado constantemente com as novas plataformas e tecnologia que estão ao nosso alcance, como o big data, IA (inteligência artificial), ferramentas automatizadas, computação em nuvem, CRMs, streaming e muitos outros.

Já se nota o impacto que a tecnologia faz nos processos de uma empresa como um todo. As tarefas corriqueiras de antes não mais ocupam o tempo dos colaboradores. As análises passam a ser muito mais assertivas; e o engajamento com o cliente, mais eficaz.

Dentre essas e outras vantagens, automatizar processos é a solução para quem deseja alcançar a escalabilidade.

Pode até demandar certo tempo e treinamento para sua equipe se adaptar, mas inserir processos e ferramentas no dia-a-dia fará toda a diferença. Além disso, a etapa de metrificar suas ações e conferir se estão dando resultados satisfatórios será bem mais prática e visível.

#Inbound Marketing

O Inbound Marketing é voltado para a produção de conteúdo e o marketing digital. Assim, usa-se estratégias online para despertar o interesse do público para que ele venha até a empresa, sem que haja a prospecção ativa de leads. Por conta disso, é conhecido também como marketing de atração.

A principal diferença aqui, entre outras estratégias, está em seus objetivos: atrair, converter e encantar. 

Isto é, nesse caso a pessoa que está navegando na internet não é bombardeada com uma chuva de anúncios e nem recebe ligações de vendedores, mas sim é atraído ao serviço ou produto por meio de um conteúdo que encontrou, como por exemplo.

O inbound também ajudará a nutrir e educar os seus leads. O que os faz ficarem bem mais qualificados e preparados para comprar, do que qualquer outro. Como resultado disso, você perde menos tempo e fecha vendas mais rápido, sem perder tempo com quem não precisa da sua solução. 

Além disso, o número de leads atraídos são recorrentes e automáticos, uma vez que eles estão passando pelo seu funil montado e estão seguindo a trilha de conteúdo até chegar em um vendedor.

#Marketing de Indicações

Por último, mas bem importante, chegamos nas indicações. 

O Marketing de indicação é uma versão para Referral Marketing ou também Marketing Boca a Boca, Buzz Marketing e outros vários sinônimos.

“O evangelismo de clientes se espalha por meio do marketing boca a boca [ou simplesmente marketing de indicação]. Também se espalha por e-mail e pela internet. Esse procedimento é conhecido como buxixo, um fenômeno potente e cíclico”, já afirmaram Ben McConnell e Jackie Huba no livro Buzz Marketing.

Sendo assim, ao oferecer uma ótima experiência do cliente, você acaba ganhando um promotor que irá te indicar para todos que conhecem. 

É um plus. Uma maneira de otimizar a venda ao máximo, pois além de fechar uma venda incrível, você ainda garante um bom número de leads qualificados e gera um vínculo com seu promotor abrindo espaço para o pós-venda.

Assim, montando um Programa de Indicações para automatizar todo esse processo é possível atrair clientes engajados, fidelizar, gerar o boca a boca espontâneo em torno da sua marca, expandindo o alcance da mesma; reduzir o custo de aquisição de clientes (CAC) e o seu ciclo de venda.

É aqui que, além de escalar suas vendas, você ainda ganha todos os benefícios agregados a uma indicação. 

Afinal, quando a experiência é boa queremos que todos passem por ela também, por isso indicamos naturalmente. Porém, nada impede que sua empresa controle esse processo e o torne escalável. 

Se sua marca tem promotores (o que você pode descobrir fácil com uma pesquisa NPS), é possível retroalimentar o seu funil de vendas e criar mais um canal de vendas e captura de leads. Isso faz com que o seu processo de vendas fique mais escalável, uma vez que já atrai leads automaticamente sem a necessidade de um esforço a mais para prospectá-los

Conclusão

A realidade do mercado e do mundo de marketing e vendas foi muito impactado com o avanço tecnológico e a mudança de comportamento do consumidor. 

Por isso, as empresas não podem se dar ao luxo de investir em abordagens obsoletas. 

Avance com sua equipe em desenvolver e refinar seu processo de vendas com o passar do tempo. Foque em ter um processo padrão e automatizado. A escalabilidade será consequência, assim como o aumento no seu número de vendas.

E aí? O que achou? Qual estratégia vai testar primeiro?

Já quer dar o primeiro passo? Vem bater um papo com a gente para saber como montar o seu próprio Programa de Indicações.

Artigos relacionados