Saiba como dobrar vendas sem dobrar investimentos

Se ainda acha que pra dobrar vendas é preciso dobrar os seus investimentos, pense de novo. Venda mais com mais eficiência, descubra aqui.

Sua empresa não precisa aumentar investimentos para dobrar vendas

Dobrar vendas, ou algo parecido, com certeza está em primeiro lugar na lista de metas de qualquer negócio.

Em especial, em meio da constante busca, a qual está se intensificando nestes últimos meses, pela retomada de crescimento e do aproveitamento das oportunidades e novas tendências no mercado.

Dentre essas, estão as campanhas nos meios digitais e as opiniões ou reviews tanto de pessoas famosas quanto do público em geral.

Sendo assim, por serem meios vastos de atuação, é comum gastar rios de dinheiro e ainda não ter um resultado que deixe o seu bolso feliz.

Porém, estou aqui para te dizer que nem tudo está perdido. 

Existem 3 técnicas para você explorar que vão te trazer mais clientes, sem precisar gastar mais por isso.

Vamos falar mais sobre cada uma delas nos próximos tópicos.

Duas dicas para não precisar dobrar os investimentos em marketing e vendas

Antes de irmos para as táticas, é importante ajustar algumas questões primeiro.

Isso porque, ao seguir as dicas que separamos, a sua empresa estará melhor estruturada para ter mais eficiência nas estratégias, o que vai colaborar para evitar dobrar os investimentos em marketing e vendas.

Vamos lá?

Monte o seu funil de vendas ideal e automático

Antes de mais nada, a melhor maneira de ter melhores resultados com a mesma quantidade de investimento – ou até menos – é tornar as suas estratégias vencedoras ainda mais eficientes.

Para conseguir isso, é preciso olhar com bastante atenção para seu funil de vendas.

Assim, você consegue apontar as etapas com melhor conversão e fazer testes para turbinar ainda mais, e ainda onde estão os seus “gargalos”, ou seja, aqueles pontos que podem ser melhorados para que seu funil flua da melhor maneira.

Desta forma, quando você inserir mais estratégias e fazer mudanças, já terá uma estrutura muito bem montada e preparada para gerar os melhores resultados possíveis.

Há dois tipos de funis de vendas. O padrão, com topo, meio e fundo; e o novo funil de vendas que, além do padrão, há a etapa de Referral, com o qual é possível alimentar o funil de novo. 

Através disso, não há um final de jornada que para na venda, mas se torna um ciclo.

Aliada a isso estará a jornada do cliente. Para ser breve, esse é o caminho que ele fará com a sua empresa pelas etapas do funil.

Por isso, quanto melhor for o processo, mais o seu cliente estará satisfeito.

Além disso, é importante também automatizar as principais etapas, senão todas.

Isso porque, ao fazer isso, há um ganho de escalabilidade, ou seja, maiores ganhos em cima do que você já tem.

Aproveite o que sua empresa já tem em mãos hoje

E por falar nisso, chegamos na segunda dica de preparação.

Aproveite tudo o que sua empresa tem em mãos hoje.

Isso inclui:

  • ferramentas
  • processos
  • materiais
  • conteúdos
  • e o melhor: base de clientes

.
Porém, não é qualquer tipo de cliente.

Os mais valiosos são aqueles que se encontram mais satisfeitos com a sua marca.

E isso é bem fácil de identificar.

Para ter mais assertividade, você consegue esses dados através de uma pesquisa de Net Promoter Score (NPS). Esta pode ser rodada no e-mail, site ou na finalização de compra tanto online quanto física.

Ao focar nos clientes que você já conquistou, é possível aumentar seus ganhos com o mesmo cliente, através de up sell, cross sell e indicações.

Desta maneira, o tempo de vida dos seus clientes (LTV) cresce com maior facilidade do que qualquer outra tática feita, o que é a consequência da fidelidade deles e os faz comprar de você por mais tempo.

E isso é um fator que também ajuda a retroalimentar o seu funil, uma vez que gera um boca a boca positivo, o qual faz o seu número de leads mais qualificados e prontos para comprar, aumentar.

“O boca a boca pode dramaticamente acelerar a velocidade da aceitação e adoção de um produto”, já afirmou George Silverman, The Secrets of World-of-mouth Marketing.

Vire a chave na sua empresa e aposte na eficiência: as três táticas para aplicar e dobrar vendas

Agora que você está com tudo preparado, vamos às táticas principais para dobrar as suas vendas sem investir muito mais por isso.

#Inbound Marketing

Não fique correndo atrás do seu cliente.

Atraia clientes, deixe que eles venham até você. 

O Inbound Marketing é voltado para a produção de conteúdo que atraia, engaje e informe seus leads para levá-los à conversão. 

Assim, usa-se estratégias para despertar o interesse do público para que ele venha até a empresa, sem que haja a prospecção ativa.

Por isso, também pode ser conhecido como marketing de atração.

A principal diferença aqui, entre outras estratégias, está em seus objetivos: atrair, converter e encantar. 

Isto é, nesse caso a pessoa é atraída ao serviço ou produto por meio de um conteúdo que encontrou, achou interessante e a ajudou de alguma maneira, como por exemplo.

O inbound também ajudará a nutrir e educar os seus leads. O que os faz ficarem bem mais qualificados e preparados para comprar. Como resultado disso, você perde menos tempo e fecha vendas mais rápido, sem perder tempo com quem não precisa da sua solução e nem gastar muito mais prospectando leads. 

Além disso, o número de leads atraídos são recorrentes e automáticos, uma vez que eles estão passando pelo seu funil montado e estão seguindo a trilha de conteúdo até chegar em um vendedor ou na etapa de compra.

#Bullseye Framework

Em resumo, o Bullseye Framework é uma metodologia, desenvolvida no livro de Gabriel Weinberg e Justin Mares, Traction: How Any Startup Can Achieve Explosive Customer Growth.

Esta ajuda as empresas a determinarem quais canais valem mais a pena reunir esforços para atrair mais clientes.

Através disso, você consegue entender melhor onde os seus clientes em potencial estão, o que aumenta a chance de atraí-los e ainda deixar a conversão mais eficiente, já que não vai ser necessário desperdiçar investimento em diversos canais diferentes.

A metodologia pode ser usada para qualquer tipo de modelo de negócio, apesar de ter sido concebida principalmente para pequenas empresas que têm baixo orçamento e um grande objetivo de escala.

Com tantos canais disponíveis para escolher, é difícil descobrir em qual deles focar. 

Por isso, é tão importante ter um ponto de partida, que é a sua persona. 

Deste modo, vai ser mais fácil ter um alvo e entender melhor onde os seus clientes em potencial estão, o que aumenta as suas chances de atraí-los.

Depois de definir a sua persona e escolher o ou os canais de foco, é só partir para as campanhas que rodarão nestes e converterão seus leads.

#Marketing de Indicações

Pense comigo: o que vai acontecer com a sua empresa se cada cliente que você tem hoje levar um novo cliente?

No mínimo, seria fácil dobrar as vendas, certo?

Com o Marketing de Indicações isso é possível!

O investimento que você fez para conquistar um cliente rende muito mais, porque ele tem o potencial de indicar sua solução para outras pessoas que também precisam dela, e assim, praticamente vender por você.

E como você já deve ter percebido, ninguém vende melhor que um cliente satisfeito.

Ele vai fazer muito bem do seu serviço ou produto e passará uma experiência indireta de como será usá-lo. Além disso, ainda transfere a confiança e autoridade que ele tem para a sua empresa.

Tem cenário melhor que esse? É uma chuva de benefícios!

Fora isso, as indicações ainda ajudam a reduzir o seu CAC (Custo de Aquisição de Clientes) a quase zero, pois você não gastou mais nada para fazer a pessoa indicada virar sua cliente.

Esta é uma maneira de otimizar a venda ao máximo, pois além de fechar uma venda incrível, você ainda garante um bom número de leads qualificados e gera um vínculo com seu promotor abrindo espaço para o pós-venda.

Deste modo, mais do que escalar suas vendas, você ainda ganha todos os benefícios agregados a uma indicação. 

“As empresas com muitas indicações são muito boas em fazer com que as pessoas queiram falar delas, mas amplificam esse desejo natural fazendo com que o boca a boca seja um elemento essencial da cultura da empresa”, John Jantsch, no livro Máquina de Indicações.

Sendo assim, busque sair da zona de conforto, onde as indicações acontecem organicamente. Aposte no Marketing de Indicações e as tornem recorrentes, com escala e previsibilidade.

Conclusão

Viu que não é preciso dobrar seus investimentos para dobrar vendas?!

Qual das três táticas acima você vai aplicar primeiro?

Se quer saber como montar a melhor campanha de marketing de indicações, vem bater um papo com a gente no chat! Nossa equipe está preparada para te acompanhar em cada etapa. Somos uma solução completa, formada por um time de especialistas e uma plataforma online pioneira no Brasil, dedicados a aumentar os seus resultados, através de um Programa de Indicações personalizado.

👉 Venha se aprofundar no assunto do boca a boca e estratégias inovadoras, venha fazer parte da maior comunidade de marketing de indicação do país! Assine nossa newsletter para não perder nada.

POSTS MAIS LIDOS

Artigos relacionados