fbpx

Divulgação do Programa de Indicação: o passo a passo definitivo

 em Programas de Indicação

Aprenda como Divulgar seu Programa de Indicação

O que você vai ver neste artigo sobre divulgação:

Programas de Indicação são bastante vaidosos… Eles gostam de atenção e querem ser vistos. Quanto mais pessoas envolvidas, melhor!

Por isso, dentro das etapas do planejamento para construí-lo, é preciso dar uma dedicação especial para como você divulgará o seu programa de indicação. 

Aqui na BuzzLead, afirmamos que a divulgação é um dos principais pilares de um programa de indicação de sucesso.

Justamente pelo fato de que “quem não é visto, não é lembrado”.

Para ser indicada, além de oferecer um serviço ou produto e atendimento de excelência, uma empresa precisa se mostrar disposta a receber indicações. Ainda mais quando existe uma campanha de indicação rodando.

Por ser tão importante, resolvemos fazer este artigo para tirar todas as suas dúvidas e ainda te auxiliar a criar a sua própria tática de divulgação. 

Boa leitura!

Qual a importância da Divulgação de programas de indicação

Como foi dito acima, a divulgação contribui para o aumento de pessoas participantes no seu programa de indicação.

O que amplia o seu número de indicações e eleva as chances de se ter uma maior taxa de conversão.

Divulgar é uma maneira de mostrar seu programa de indicação ao mundo.

Avisa a todos que precisam saber e os mostra como participar, assim como os benefícios de fazê-lo. 

É uma outra forma de comunicar-se com seus clientes ou outro público de interesse. 

Além disso, a divulgação também serve como lembrete.

Não deixa ninguém esquecer de que ainda dá para participar e/ou ganhar ainda mais indicando sua empresa. 

Veja a seguir algumas características que toda divulgação de programa de indicação deveria ter.

Características essenciais

Para estruturar a divulgação do seu programa de indicação, não deixe de fora os seguintes itens: 

  • objetividade
  • clareza
  • constância
  • direcionamento para o público certo
  • métricas

Esse último ponto precisa ter um destaque especial. Falaremos sobre ele mais à frente.

Parecem características óbvias, mas fazem total diferença.

Ao empregar cada uma delas, você aumenta a assertividade e a taxa de conversão da sua estratégia.

Por fim, é preciso acompanhar de perto todos os números e resultados das suas ações de divulgação. Assim, você consegue identificar facilmente gargalos e poderá resolvê-los da mesma forma.

Agora confira o passo a passo e descubra como criar uma divulgação para programas de indicação.

O passo a passo da Divulgação

Como divulgar da melhor maneira?

Você não quer que seu programa de indicação seja invisível, certo?

Então invista seu tempo para planejar uma boa estratégia de divulgação. Uma que realmente faça sentido para sua empresa.

Cópias são proibidas aqui!

Inspirar-se e pegar referências de outras empresas do seu segmento, tudo bem… mas querer copiar e fazer exatamente o mesmo, é pedir para ter resultados medíocres. 

Esforce-se para criar uma divulgação que encante e realmente atraia as pessoas. 

A melhor maneira para alcançar  isso é mapear bem seu público, caprichar na linguagem e visual, e escolher o(os) melhor(es) canal(ais).

Identificando o Público certo 

Antes de definir qualquer coisa, identifique qual será o público de interesse da sua campanha de indicação.

Mapeie suas características, pontos de contato e quais canais usam com mais frequência. 

Assim você estará onde seu público está, como também saberá exatamente quando e onde pedir a indicação.

“Empresas extraordinárias sempre pedem indicações, não apenas como maneira de gerar novos negócios, mas também como maneira de ajudar a maioria das pessoas a obterem os resultados que procuram”, John Jantsch, Máquina de Indicações. 

Recomenda-se começar por seus embaixadores. Isso você consegue identificar facilmente com uma pesquisa de NPS

Estes embaixadores são ideais não só para te indicar, mas também podem colaborar na divulgação do seu programa de indicação. 

Isso porque são clientes que já estão satisfeitos com a sua marca e a indicam naturalmente

Caso houver mais de um público de interesse, pode-se criar uma divulgação diferente para cada perfil. O importante é “falar na mesma língua” deles. 

Linguagem e Identidade Visual

Aproveitando a deixa, vamos falar agora de linguagem. 

Essa deve ser alinhada:

  • à brand persona da sua empresa
  • ao seu público de interesse

Desta maneira, ela poderá passar a impressão de que a campanha faz parte da empresa e ainda causará uma identificação em quem participa. 

Vale até inventar um nome próprio para sua campanha. 

Como a divulgação também exige conteúdo escrito, seguem algumas informações que não podem ficar de fora: 

  • passo a passo de como indicar
    • como funciona o programa de indicação
    • como a pessoa pode indicar
    • quem pode indicar
  • quais são os benefícios para o embaixador e/ou pessoa indicada
  • como resgatar as recompensas ganhas
  • termos de uso e regulamento

Tendo estes itens em mente, produza mensagens e chamadas enxutas, práticas para ler, claras e objetivas, que levem a pessoa à ação. Aqui o uso de CTAs está liberado.

Assim, o engajamento é facilitado.

Próximo passo: dê uma “cara” para sua campanha.

Da mesma maneira que a linguagem, o design deve combinar com sua identidade visual e fazer sentido para quem participará. 

Não adianta usar gifs e piadinhas se sua empresa é séria e tem um perfil de clientes mais sóbrios.

É a parte visual que vai contribuir para chamar atenção das pessoas. 

Capriche no uso de cores, ícones, imagens e fontes. Aproveite para transmitir algo para o visitante da página, como se fosse um gatilho mental.

Em resumo: a parte escrita e visual da sua divulgação de programa de indicação devem ser algo alinhado e que contribua com o todo da empresa; não algo desconexo. 

Agora veja a seguir exemplos que empregam ambos. Inspire-se: 

divulgacao_programa_de_indicacao_semparar

divulgacao de programa de indicacao assim


divulgacao_programa_de_indicacao_mesalva
divulgacao de programa de indicacao cartaodetodos

Canais de divulgação

Você está quase no final do processo.

Por último, mas não menos importante, escolha quais canais de divulgação serão usados.

É importante escolher lugares estratégicos para atrair mais pessoas ao seu programa de indicação.

Localize onde estão seus clientes e potenciais clientes, avalie o impacto dos canais e invista um tempo decidindo o que fazer em cada um.

Confira todos os tipos de canais possíveis: 

  • Publicação orgânica
  • Publicação patrocinada (anúncios)
  • Facebook
    • custom audience
    • stories
    • postagem em carrossel explicando o programa de indicação
  • Instagram
    • link na bio
    • stories clicável ou não
    • publicações no feed
  • E-mail
    • e-mail marketing
    • e-mails transacionais (de confirmação de pedido ou chamado de suporte)
    • assinatura de email
    • automações
    • newsletter 
    • divulgação específica do programa de indicação
  • Whatsapp
    • lista de transmissão
    • status clicável
    • encaminhamento
  • InApp
    • menu de aplicação 
    • pop ups
  • Site
    • aba específica/menu
    • banners
    • tela de confirmação de pedido (e-commerce)
    • chat de atendimento 
  • Material impresso
    • QR Code
    • Bit.ly
  • Embaixadores
    • link embaixador
    • digital influencer
    • parcerias
  • NPS
    • direcionar Neutros e Promotores para página de indicação
    • comunicação direcionada
  • Colaboradores
    • carteirização
    • endomarketing
    • gameficação
    • pós venda (se for uma compra online, divulgue na página de confirmação do pedido; se for venda presencial, fale sobre o programa e envie o link pelas redes sociais, whatsapp ou email da pessoa)
  • Boca a Boca
    • embaixador indica novo amigo para participar
  • Linkedin

Depois de definir quais canais usar e já começar a divulgação da sua campanha de indicação, mensure suas ações.

Acompanhe de perto os resultados das suas campanhas em cada canal utilizado. Isso te dará a visão de qual canal funciona mais e onde investir mais ou menos, quem converte mais, qual material ou linguagem funciona melhor, horários e dias melhores para divulgação.

A partir disso, você pode aprimorar sua estratégia ou mudar completamente para melhorá-la. 

Existem métricas para acompanhar o sucesso do seu programa de indicação. Duas delas se aplicam muito bem aqui e também podem medir o sucesso da sua divulgação

São elas:

Taxa de Adesão:

Demonstra quantas pessoas aderiram ao seu Programa de Indicação. Isso reflete na divulgação, pois quando bem desenvolvida, mais pessoas ficam sabendo. Logo, mais pessoas participam.

Veja como calcular:

métrica taxa de adesão

Taxa de Embaixadores:

Reflete o percentual da sua base de clientes que indicaram mais de uma vez. Assim, indica a satisfação dos seus clientes em relação ao programa de indicação como um todo, sua oferta e até mesmo a sua divulgação; vez que esta também serve como um lembrete de que ainda podem fazer indicações quantas vezes quiser.

Veja como calcular:

métrica taxa de embaixadores

Conclusão

Espalhe a notícia que sua empresa agora tem um programa de indicação!

Uma estratégia de indicações sem divulgação perde todo o seu potencial. Isso porque o combustível são justamente as pessoas. Por isso, quanto mais pessoas envolvidas, maiores são as chances do seu programa de indicação ser um sucesso.

Agora mãos à obra. Seus clientes estão loucos para te indicar, basta mais um empurrãozinho. Afinal, 83% dos seus clientes tendem a indicar, mas apenas 29% deles realmente indicam. 

Compartilhar
Postagens Recentes