Como destruir seu programa de indicações: 5 formas de fracassar

 em Programas de Indicação

Ter um programa de indicações é essencial para o crescimento da sua empresa.

Temos como exemplo a Uber e o Dropbox que alcançaram crescimentos altíssimos graças a uma boa estratégia de marketing de indicação.

Segundo o Instituto Nielsen 92% dos consumidores ao redor do mundo afirmam que confiam totalmente na indicação de um amigo ou familiar, acima de qualquer outra forma de propaganda.

Entretanto,nem toda empresa que possui um programa de indicações tem um bom resultado.

Isso porque apenas ter um programa de indicações não é garantia de que sua empresa terá sucesso.

O programa sozinho não pode fazer milagres, é preciso que a sua empresa se engaje e faça ele acontecer para que os bons resultados apareçam.

Hoje eu vou te passar 5 formas de arruinar seu programa de indicações

 

Por isso certifique-se bem de não fazer nenhuma dessas formas e manter seu programa vivo e um sucesso.

1- Seus clientes não sabem sobre o programa.

Um dos erros mais comuns é não divulgar o programa ou não divulgar corretamente.

Se seus clientes não souberem sobre seu programa de indicações eles obviamente não vão compartilhá-lo.

Existem várias formas de compartilhar seu programa de indicações.

E dependendo das características do seu negócio você pode usar todas ou só algumas delas.

Alguns exemplos de como divulgar seu programa de indicações:

Compartilhe nas suas redes sociais

Mande email para um grupo segmentado de clientes fiéis falando sobre o programa

Divulgue no pós venda

Encontre embaixadores da sua marca.

Nesse artigo aqui eu te dou 11 dicas de como divulgar seu programa de indicações.

 

2- Sua estratégia de bonificação não é atraente.

Seus clientes não vão compartilhar seu programa de indicações se eles não gostarem da recompensa que você está oferecendo.

Lembre-se sempre, um cliente satisfeito e disposto te indicar é o ponto principal para o sucesso do seu programa de indicações.

Por isso conheça sua audiência, saiba exatamente o que ele quer e o que ele precisa.

Entretanto fique atento para não escolher um benefício que seja prejudicial para sua empresa.

Ou seja, um benefício que te custe mais que o lucro que seu cliente pode te gerar.

Dessa forma fica muito mais fácil escolher um benefício adequado e que vai incentivar seu cliente a compartilhar cada vez mais seu programa de indicações.


3- Seus clientes não gostam ou não confiam muito na sua marca ou produto.

Quando seu cliente indica sua marca para um amigo ou familiar ele está emprestando a credibilidade dele para sua marca.

Isso quer dizer que a relação de confiança entre ele e sua marca deve ser forte o bastante para fazer com que ele coloque o nome dele junto.

Se seu cliente não confia na sua marca, ele não vai indicar sua marca. Simples assim.

Um dos motivos que faz com que essa confiança seja abalada é seu produto não ser bom o suficiente.

Por isso eu bato tanto na tecla de que o sucesso de um programa de indicações depende também da qualidade do produto ou serviço prestado.

Não ter um bom relacionamento com o cliente também abala essa confiança.

Ou seja, só ter um bom produto mas não cultivar o relacionamento com o cliente pode também prejudicar o nível de confiança do seu cliente na sua marca.

Sendo assim, invista na construção de uma relação de confiança entre sua marca e seu cliente.

 

4- Seu programa de indicações é difícil de ser usado.

Tudo na internet acontece muito rápido e com o mínimo de esforço.

Por isso as pessoas não gostam de sentir que estão perdendo tempo, ou que precisam se esforçar demais para conseguir alguma coisa.

Colocar um formulário extenso ou usar links estranhos por exemplo são ótimas formas de espantar seu cliente do programa de indicações.

E desestimular seu cliente a te indicar é um tiro no pé.

Principalmente dentro de um programa de indicações.

Peça em seu formulário apenas informações relevantes e necessárias e crie link amigáveis para sua página de indicações.

 

5- Seus colaboradores não entendem seu programa de indicações.

São as pessoas que trabalhar para sua empresa que fazem sua empresa crescer.

Certifique-se de que seus colaboradores conheçam seu programa de indicações e seja capazes de explicar como ele funciona para seus clientes.

Seus colaboradores são peça chave para divulgação e bom desempenho do seu programa de indicações.

Eles são o contato direto e pessoal que seus clientes tem com a empresa e por isso precisam comprar a ideia do programa de indicações e saber como vendê-lo para os clientes.

Sendo assim, priorize a educação dos seus colaboradores em relação a divulgação do programa.

Uma vez que seu time de colaboradores estiver sabendo exatamente como funciona seu programa de indicações, invista pesadamente na divulgação.

 

O que eu quero que você entenda é que só ter um programa de indicações não resolve.

Você precisa ter um conjunto com ele um planejamento e uma boa estratégia para fazer o programa de indicações acontecer.

Pronto para alavancar suas vendas com um programa de indicações e uma boa estratégia de marketing de indicação?

Deixa aqui nos comentários suas dúvidas que eu vou adorar respondê-las pra você.

Postagens Recentes

Um evento online e gratuito que vai te ensinar a vender mais por indicação.

Semana das Vendas por Indicação. Aprenda como aumentar suas vendas com um Programa de Indiciação.

X